Video

Slide do bloogger:

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Quatro conselhos dos santos para a educação dos seus filhos

Vão aqui quatro preciosos conselhos dos santos para a educação dos seus filhos. Nem todas são exortações muito agradáveis aos ouvidos, mas, com certeza todas serão de grande valor para a sua família.


“Como poderão os filhos ser bons, se os pais não prestam? Só por milagre". Com essa frase, Santo Afonso de Ligório resume a grave responsabilidade dos pais na formação da consciência de seus filhos. Como ensinou Nosso Senhor, pelos seus frutos os conhecereis. São muitíssimos os nomes de santos que tiveram pais ou mães igualmente virtuosos: Santo Agostinho e Santa Mônica, São Gregório Magno e Santa Sílvia, Santa Catarina da Suécia e Santa Brígida… e a lista se estende. São verdadeiramente almas gigantes, que só puderam se elevar porque receberam uma educação exemplar de seus pais.
Vão aqui quatro conselhos dos santos para você educar os seus filhos. Nem todas são exortações muito agradáveis aos ouvidos, mas, com certeza todas serão de grande valor para a sua família.

1. Ser obediente a Deus

“ Se queremos saber mandar, temos primeiro de saber obedecer, procurando impor-nos mais com o amor do que com o temor." (São João Bosco[1])
Antes de impor a autoridade sobre os filhos, é preciso lembrar que há uma autoridade à qual todos os homens devem obedecer. Tanto maior será o respeito dos filhos por seus pais, quanto maior for o respeito destes ao Pai dos céus. O filho que vê o pai trabalhando, tratando com respeito a sua mulher, cuidando das necessidades da casa e rezando - em suma, cumprindo o seu dever de cristão e pai de família -, não só será dócil às suas instruções, como seguirá o seu exemplo, ao crescer. Portanto, em primeiro lugar, o Reino de Deus, isto é, o cumprimento da Palavra. As outras coisas virão por acréscimo.

2. Corrigir por amor, não por ira

“ Tome-se como regra nunca pôr as mãos num filho enquanto dura a ira ou cólera; espere-se até que se tenha aquietado por completo." (Santo Afonso de Ligório[2]
“Quando, porém, se tornarem necessárias medidas repressivas, e consequentemente a mudança de sistema, uma vez que certas índoles só com o rigor se podem dominar, cumpre fazê-lo de tal maneira que não apareça o mínimo sinal de paixão." (São João Bosco[3])
Os conselhos de Santo Afonso e São João Bosco são o mesmo conselho do Autor Sagrado: “Vós, pais, não provoqueis revolta nos vossos filhos" (Ef 6, 4). Se é verdade que, como adverte o Livro dos Provérbios, “quem poupa a vara, odeia seu filho" (13, 24), também é verdade que toda correção deve ser feita de modo racional e equilibrado, inspirada pelo amor, não pela ira. Caso contrário, também a criança aprende a irar-se, sem que mude de comportamento. Aqui, é importante evitar não só as agressões físicas, mas também os gritos e as palavras exasperadas, que mais servem para intimidar as pessoas que para melhorar o seu caráter.

3. Dar bom exemplo

“ Os pais estão igualmente obrigados a dar bom exemplo a seus filhos. Estes, principalmente quando pequenos, imitam tudo o que veem, com a agravante de seguirem mais facilmente ao mal, ao qual nos sentimos inclinados por natureza, que o bem, que contraria nossas inclinações perversas. Como poderão os filhos comportar-se irrepreensivelmente, se ouvirem seus pais blasfemar a miúdo, falar mal do próximo, injuriá-lo e desejar-lhe mal, prometer vingar-se, conversar sobre coisas indecentes e defender máximas ímpias, como estas: Deus não é tão severo como dizem os Padres; ele é indulgente com certos pecados, etc.? O que se tornará a filha que ouve sua mãe dizer: É preciso deixar-se ver no mundo e não se enclausurar como uma freira em casa? Que bem se pode esperar dos filhos que veem o pai o dia inteiro sentado na taberna e, depois, chegar bêbado a casa, ou então visitar casas suspeitas, confessando-se uma só vez no ano ou só muito raramente? S. Tomás diz que tais pais, de certo modo, obrigam seus filhos a pecar." (Santo Afonso de Ligório[4])
As palavras de Santo Afonso são suficientemente claras. Aqueles que dão mau exemplo de vida, “de certo modo, os obrigam seus filhos a pecar". Se essa sentença é verdade para o mal, também o é para o bem. Pais que vivem uma vida de oração e virtudes excitarão o coração de seus filhos para o serviço de Deus e das almas. O casal de beatos Luís Martin e Zélia Guérin educou tão bem suas cinco filhas, que todas elas se tornaram religiosas, entre elas Santa Teresinha do Menino Jesus, que é doutora da Igreja.
O pai que, lendo essas linhas, lamentou não ter dado uma boa educação a seus filhos - pois não tinha conhecido Nosso Senhor quando começou a sua família - deve, antes, louvar a Deus pelo conhecimento que agora tem e ainda pode dar a seus filhos, por meio de conselhos. É preciso, agora, buscar a conversão da própria família, sobretudo com uma vida de muita oração e penitência, evitando inquietações e escrúpulos desnecessários, afinal, Deus não nos pede conta daquilo que ignoramos. Uma vez conscientes da Sua vontade, todavia, é importante trabalhar com temor e tremor na própria salvação e na dos outros, sabendo que a quem muito foi dado, muito será cobrado.

4. Agir com prudência e vigilância

“Os pais são os culpados, pois quando se trata de seus cavalos, eles mandam aos cavalariços que cuidem bem deles, e não deixam que cresçam sem serem domados, e desde cedo põem neles freio e outros arreios. Mas quando se trata de seus filhos jovens, deixam-nos soltos por todas as partes durante muito tempo, e assim perdem a castidade, se mancham com desonestidades e jogos, e desperdiçam o tempo com espetáculos imorais. (...)Cuidamos mais de nossos asnos e de nossos cavalos, do que de nossos filhos. O que possui uma mula, se preocupa em encontrar um bom cuidador, que não seja nem rude, nem desonesto, nem ébrio, mas um homem que conheça bem o seu ofício. Todavia, quando se trata de procurar um professor para a alma da criança, contratamos o primeiro que aparece. E, no entanto, não há arte superior a esta. O que é comparável à arte de formar uma alma, de plasmar a inteligência e o espírito de um jovem? Quem professa esta ciência deve proceder com mais cuidado que um pintor ou um escultor ao realizar sua obra." (São João Crisóstomo[5])
São João Crisóstomo viveu no século IV, mas esse conselho é válido sobretudo para os nossos tempos, em que as crianças são entregues a um sistema educacional corrompido, muitas vezes com a displicência dos pais, que querem passar toda a sua responsabilidade de educá-las para o Estado.
“Quando se trata de procurar um professor para a alma da criança, contratamos o primeiro que aparece". Essa sentença convida todos os pais a um exame de consciência: como me relaciono com a escola dos meus filhos? Sei ou procuro saber o que os professores estão passando para eles, quais livros estão sendo usados para a sua instrução e como é o ambiente em que convivem? Em casa, deixo os meus filhos jovens “soltos por todas as partes", deixando que façam o que querem, sem freios e sem disciplina? Converso com eles com frequência, agindo verdadeiramente como pai? O exame deve incluir, evidentemente, o propósito de agir com mais pulso e cuidado na orientação da prole.
É preciso empregar muita diligência nesses exames, pois, como diz Santa Teresinha do Menino Jesus, as crianças “são como uma cera mole sobre a qual se pode depositar tanto as impressões das virtudes como do mal", e os primeiros responsáveis por moldar essas pequenas almas são justamente os pais. A santa religiosa de Lisieux exclamava: “Ah! quantas almas chegariam à santidade se fossem bem dirigidas!..."[6]
Lembremo-nos sempre que Deus pedirá conta daquilo que fizemos com as almas de nossos filhos e peçamos a Sua graça para imitarmos a Sagrada Família de Nazaré, na qual Nosso Senhor cresceu, rodeado de carinho, atenção e amor.

Recomendação

Referências

  1. São João Bosco, Circular sobre os Castigos, 1.
  2. Pe. Saint-Omer, C.Ss.R. (org.), Escola da Perfeição Cristã, p. 161.
  3. São João Bosco, Circular sobre os Castigos, 1.
  4. Pe. Saint-Omer, C.Ss.R. (org.), Escola da Perfeição Cristã, p. 161.
  5. São João Crisóstomo, Homilias sobre o Evangelho de São Mateus, LIX, 7.
  6. Santa Teresinha do Menino Jesus, Manuscrito A, 52v-53r.

O dia em que uma mula se prostrou diante do Santíssimo Sacramento

Para converter o coração de um herege, Santo Antônio de Lisboa chegou a fazer uma mula se prostrar diante do Santíssimo Sacramento. Conheça essa história.



Na região de Toulouse, na França, Santo Antônio disputava com um herege que não acreditava no Santíssimo Sacramento da Eucaristia. Apesar de vencido, o infiel não se convertia à Fé.
Depois de muito discutir, então, ele propôs:
— Deixemo-nos de palavras e vamos a obras. Se tu fores capaz de mostrar com milagres, na presença de toda a gente, que no Sacramento está de fato o Corpo de Jesus Cristo, eu prometo deixar a heresia e submeter-me à Fé católica.
E Santo Antônio, cheio de confiança, respondeu que assim faria.
— Pois então vou fechar em casa um animal. Vou atormentá-lo com a fome durante três dias, e ao fim vou trazê-lo perante todos os que quiserem assistir, dando-lhe algo de comer. Neste intervalo, vens tu com o Sacramento que dizes ser o Corpo de Jesus Cristo. Se o animal esfomeado parar de comer e correr para o Deus que, segundo afirmas, toda a criatura tem obrigação de adorar, podes ficar certo que imediatamente abraçarei a Fé da Igreja.
O santo varão de Deus sem demora em tudo consentiu. E no dia combinado ajuntou-se o povo na praça grande, e veio o dito herege na má companhia de outros hereges, e trouxe a mula que tinha atormentado com a fome, e também, para ela, provisão saborosa de comida. Santo Antônio celebrou a missa na capela que havia no lugar, e ao fim, à vista do povo, trouxe o Santíssimo Corpo de Jesus Cristo. Mandando a todos que se calassem, disse para a mula:
— Ó animal, em virtude e em nome do teu Criador que eu, embora indigno, tenho aqui presente em minhas mãos, ordeno e mando que venhas já sem demora até Ele e humildemente lhe prestes reverência, para que desse modo veja a maldade dos hereges que toda a criatura é sujeita ao Criador a quem a dignidade do sacerdote trata cada dia nos altares.
Enquanto isso, o herege punha de comer à mula esfomeada.
Eis, então, que coisa maravilhosa aconteceu! O animal, mesmo atormentado de tanta fome, quando ouviu as palavras de Santo Antônio, logo parou de comer e abaixou a cabeça, caindo de joelhos diante do Sacramento.
Diante deste fato, muito se alegraram os fiéis católicos, e merecidamente saíram confundidos os hereges. E aquele dito herege se converteu ali mesmo, conforme havia prometido, e começou a obedecer aos mandamentos da Igreja.

Fonte



MISSÃO - CONFIRA COMO FOI O RENDA-SE 2016


Nos dias 04 à 08 de Julho, aconteceu uma grande "ação evangelizadora" em várias comunidades do município de Batalha. Aproximadamente 30 missionários  todos jovens, da cidade e da zona rural  e alguns seminaristas de nossa paróquia, participaram da missão que leva o nome: "Renda-se"; que é um projeto elaborado por jovens da zona rural de Batalha e realizado em parceria com a paróquia. O Renda-se já, vem acontecendo desde 2014 e surgiu em meio a necessidade que eles viram, de levar a palavra de Deus, logo após passarem por uma  grande experiência  com Cristo Jesus em vários retiros, e partilharem desta mesma alegria em suas comunidades. Além disso o Papa Francisco desde que iniciou o seu pontificado, vem pedido uma Igreja em "saída",  e os jovens desde então vem saindo e levando a este mundo cheio de caus, pecado e dor, a palavra de Deus.



Durante esses dias, os Jovens foram enviados em missão para várias comunidades das regiões das Ladeiras,  Mananciais e das Farinhadas I e II. Visitando às famílias  de porta em porta, meditando leituras do Santo Evangelho sobre a misericórdia de Deus. Realizando Celebrações nas capelas, encontro com as famílias, jovens e crianças, palestras sobre Nossa Senhora e muito mais. Esse ano o tema da missão foi: "Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia" Mt 5,17. Em alusão ao ano Santo da Misericordia. 

Missões como estas são ótimas e deixam muitos frutos de Amor, Evangelização e Esperança na vida de muitas pessoas que estão desesperançadas na lama do pecado, para junto da Misericórdia infinita de Deus. Rezamos por todos os jovens e pelas famílias para que  se mantenham firmes e fies no seguimento de Amar e  seguir a Cristo Senhor Nosso.

Curta nossa página oficial no facebook: https://www.facebook.com/paroquiasg
Confira alguns registros:





































sexta-feira, 1 de julho de 2016

VEM AÍ O 1º ARRAIÁ ÁGAPE

O 1º Arraiá Ágape, acontecerá no próximo domingo 03 de Julho, no Ginásio poliesportivo, a partir das 20h da noite, logo após à Santa Missa. A entrada é apenas 1kg de alimento e tem como objetivo arrecadar fundos para que se possa realizar "OASIS DA VIDA NOVA DO 2º GRAU". A gente sabe que todos os anos em nossa paróquia, no mês de Janeiro é realizado o 1º Grau deste retiro (Além do 1º grau existe também o 2º e o 3º grau), mas é a primeira vez que irar acontecer se tudo der certo em nossa paróquia o 2º grau, desse retiro promovido pelo Movimento Evangelizador Luz - Vida. 


Figura 01:arriá ágape

Com esse intuito o movimento tem a  honra de convidar você e toda a sua família para vim prestigiar o 1º Arraiá Ágape, colaborando dessa forma, mais uma vez para a evangelização  de muitos Jovens não só da paróquia mas a nível diocesano.

A  animação ficará por conta do Ministério de música Gaudium Dei. Além disso terá muitas atrações como quadrilha, Boi Bumbá e muitas outras. Promovidas pelos jovens do movimento da cidade e da zona rural.


#1Arraiáágape
Curta nossa página oficial no facebook: https://www.facebook.com/paroquiasg








FESTEJOS DE NOSSA SENHORA DE LOURDES 2016

A Paróquia São Gonçalo neste ano extraordinário da misericórdia prepara mais um novenário de nossa Co-padroeira Nossa Senhora de Lourdes. Este ano Santo da Misericórdia que tem nos levado a viver uma experiencia  maravilhosa do amor misericordioso  de Jesus  por cada um de nós, um amor  que nos constrange e nos leva a uma intimidade com Cristo. Papa Francisco  ao convocar o jubileu extraordinário da misericórdia, tem levado  a Igreja a uma profunda reflexão e nos  mostrado que a ação de Deus em nossas vidas se manifesta de duas formas: Amor e Misericórdia, essência de Deus é nós amar e nos perdoar. Ele  que nos oferece  a fonte de toda misericórdia que é seu próprio filho Jesus e que nos leva a entender que precisamos agir com misericórdia para com nossos irmãos, por que primeiro o Senhor se usou de misericórdia para conosco.

Neste Novenário de Nossa Senhora de Lourdes co-padroeira de nossa cidade, queremos apresentar ao povo  de Deus "MARIA A MÃE DA DIVINA MISERICÓRDIA", aquela que aceitou e revelou ao mundo a misericórdia  do Pai. Nesta alegria de sermos amados e perdoados pelo nosso Senhor Jesus Cristo. Convidamos você e sua família para experimentar de tão grande graça em sua vida e assim seremos misericordiosos como vosso pai é. 

Fraternalmente:

Padre Oscar Almeida, Conselho Pastoral Paroquial e Comissão Organizadora


Curta nossa página oficial no facebook: https://www.facebook.com/paroquiasg
Confira o convite abaixo: 

Figura 01: Convite dos Festejos de N.S de Lourdes 

Figura 02: Convite dos Festejos de N.S de Lourdes